18.3k
LEITURAS

SAÚDE

Higiene do gato: Limpeza dos olhos e orelhas e corte das unhas

Laila Massad Ribas

Laila Massad Ribas
07/07/16

Guia completo, feito pela dra. Laila, de como cuidar da higiene do gato.


Os gatos são animais muito limpos e higiênicos, afinal, já sabemos que eles não precisam ser banhados com a mesma frequência dos cães e não fazem suas necessidades fisiológicas em qualquer lugar, utilizando muito bem a caixinha de areia.

No entanto, alguns cuidados básicos com relação à higiene do gato devem ser tomados pelos tutores de felinos, afinal, quanto mais limpo e cheiroso o bichano estiver, mais saudável e de bem com a vida ele será.

Confira as dicas abaixo e saiba como deixar o seu gatinho com os olhos, as orelhas e as unhas em dia!


Preparando o gato para a higienização

Antes de iniciar o processo de limpeza dos olhos e das orelhas e do corte de unhas dos bichanos, é fundamental ficar atento a alguns fatores:

  • A primeira dica para conter o animal é colocá-lo em cima de uma superfície alta, como uma mesa ou máquina de lavar roupa, por exemplo.
  • Peça ajuda a outra pessoa para segurar o gatinho.
  • Se você estiver sozinho, coloque-o em cima de um banquinho estreito para que ele não ande para trás.
  • Outra dica é enrolar o gato em uma toalha, pois, além de evitar arranhaduras, o animal se sente mais seguro.
  • O mais importante dessas tarefas é não estressar o gatinho. Se isso ocorrer, procure a ajuda de um profissional. Evite acidentes.

Cuidados tomados! É hora de começar a higienização do felino.


Higienização das orelhas do gato

Para a limpeza das orelhas o material mais indicado são as hastes flexíveis de algodão e produtos próprios para a higienização dessa região em felinos, indicados por um veterinário.

Alguns produtos podem ser aplicados diretamente dentro das orelhas, enquanto outros recomendam a aplicação de algumas gotas no algodão.

A limpeza deve ser realizada com delicadeza. A haste pode ser introduzida dentro do conduto auditivo sem problemas, pois o tímpano dos gatos fica em uma posição difícil de ser alcançada.

Se o seu gato não apresenta nenhum problema otológico, a limpeza das orelhas pode ser realizada a cada duas semanas.

Secreções amarronzadas, com pus ou sangue não são normais. Nesses casos o animal deve ser levado ao veterinário.

Se esta é a primeira vez que irá realizar a tarefa saiba que o gato pode ter o reflexo de coçar a orelha no momento da limpeza. Se ele apresentar algum tipo de otite (processo inflamatório das orelhas) a coceira é bem acentuada e suas unhas podem arranhar a orelha ou sua mão. Caso a coceira seja muito evidente e o processo de limpeza esteja de fato incomodando o gatinho, pare e leve-o ao veterinário.

A limpeza excessiva pode remover a secreção natural das orelhas que protege contra infecções fúngicas e bacterianas. O uso de água para limpar também pode predispor a essas complicações, uma vez que a orelha fica úmida.

Os gatos da raça Scottish fold, que possuem orelhas dobradas, devem ter atenção redobrada, uma vez que esse formato predispõe otites causadas por fungos, devido à menor ventilação das orelhas.

A frequência da limpeza deve ser a mesma independentemente da idade do gatinho, porém os idosos merecem maior atenção, já que seu sistema imunológico não atua como nos mais jovens.


Limpeza dos olhos do gato

Com relação aos olhos não há muita coisa a ser feita, pois os gatos se limpam com frequência e conseguem manter os olhinhos sempre limpos.

Para remover as pequenas secreções produzidas durante o sono, você pode utilizar um algodão umedecido em solução fisiológica ou em água filtrada. Sempre faça movimentos delicados e de dentro para fora dos olhos.

Evite o uso de água boricada (ácido bórico) e nunca aplique nada no olho do gato sem orientação veterinária.

Caso o produto utilizado nos olhos cause alergia, os primeiros sinais são vermelhidão e coceira, por isso é importante não utilizar nada sem prescrição veterinária e nesses casos levar o animal para ser examinado.

Os olhos são extremamente delicados e a limpeza excessiva sem necessidade poderá causar irritação das mucosas ou da esclera (parte branca dos olhos).

Gatinhos com focinhos curtos, como o Persa, Exótico e Himalaio possuem mais chances de problemas oculares, uma vez o ducto que drena a lágrima para o nariz e a boca é mais curto. Com isso essas raças acabam drenando maior quantidade de lágrima para fora dos olhos e exigem limpeza com mais frequência.

Gatos mais velhos podem produzir mais secreção ocular espessa quando apresentam ceratoconjuntivite seca, o chamado “olho seco”. Nesses casos o gatinho precisa passar por avaliação veterinária.


Corte das unhas do gato

O corte de unha é uma tarefa que pode ser feita em casa, mas com restrições.

Para cortar as unhas, o gato não deve ter acesso à rua, já que suas garras o ajudam a subir em árvores em alguma situação de perigo, por exemplo. Mas se o gatinho fica somente dentro de casa ou do apartamento, permite que suas unhas sejam aparadas e você se sente seguro para realizar essa tarefa, mãos à obra!

Para que o processo ocorra com segurança é importante saber que existe um vaso que passa dentro da unha (parte cor-de-rosa) e, portanto, existe um limite para o corte. Coloque a unha do bichano contra a luz e corte-a com um cortador próprio para gatos. Depois, se quiser, você pode usar uma lixa de unha para remover as lascas.

Se o corte ultrapassar a linha rosada (vaso sanguíneo) irá ocorrer sangramento e o gatinho sentirá dor, portanto é preciso atenção com o limite de corte.


Guia completo, feito pela dra. Laila, de como cuidar da higiene do gato.

Se isso acontecer faça pressão contra a unha com um algodão ou gaze por alguns minutos. Se não cessar o sangramento leve o gatinho ao veterinário. É pouco provável que ocorra infecção no local do sangramento, mas caso o animal esteja lambendo a unha machucada com mais frequência vale a pena levar ao veterinário para confirmar se está tudo ok.

As unhas das patinhas da frente crescem mais rápido que as de trás, que muitas vezes não exigem serem cortadas. Alguns gatos “gastam” mais suas unhas afiando em arranhadores do que outros e, por isso a frequência dos corte de unha pode variar de um animal para outro, em média uma vez ao mês é suficiente.

Raças de porte grande como, por exemplo, o Norueguês da Floresta e o mais famoso Maine Coon possuem unhas mais fortes, mas o uso de um bom cortador indicado para gatos é suficiente para realizar a tarefa.

Nunca medique seu gato sem orientação veterinária.

Dra. Laila Massad Ribas


Dica da Petiko para mamães de gato!

Use o aplicativo da PetLove para comprar comidas e mimos para seu gato.

Você encontra a ração mais barata, além de diversos mimos e novidades para seu gato. E recebe tudo em casa!

Faça o download do app gratuito:

botoes-app2

tumblr_lns5u2l9TC1qcn249o1_500



Imagem capa: pet-seikatsu.jp

Veja mais artigos da dra. Laila na Petiko: