45.6k
LEITURAS

SAÚDE

Meu cachorro peida fedido, o que eu faço?

Equipe Petiko

Equipe Petiko
01/07/16

Quando seu cachorro peida, esvazia a sala? Calma, acho que podemos te ajudar!



Você já notou aquele odor nada agradável vindo do seu cachorro uma vez? E depois mais uma vez, e de novo, depois de novo e mais tarde de novo? O fato é que todos os cães peidam! Mas a frequência e intensidade com que esses agradáveis gases são proliferados é o que muda de um cão para outro, dependendo da saúde, alimentação e comportamento do cachorro.

Mas de onde vem tantos gases?


#1 Durante as Refeições

Parte dos gases acumulados no seu cachorro são engolidos quando ele está comendo. E como sabemos, tudo que entra tem que sair de alguma maneira, e as vezes ele sai pelas portas do fundo, mas com o acréscimo de um aroma agradável adquirido através dos intestinos.

E se seu cachorro come rápido demais, ele acaba engolindo mais gases e consequentemente libera mais gases também. Os cães braquicefálicos (os de focinhos curtos, como Boxers, Pugs e Buldogues), também acabam engolindo mais gases que os cães com o focinho mais longo na hora de comer.

E como fazer com que o cachorro coma mais devagar?

Uma maneira de fazer isso, é alimentá-lo usando aquelas tigelas de quebra-cabeça (inclusive, já enviamos essas tigelas para alguns peludos no BOX da Petiko). Você também pode colocar uma bolinha dentro da tigela, isso vai fazer com que ele tenha que movimentar a bolinha para chegar até a comida, isso certamente fará com que ele coma mais devagar. E se você tiver tempo, pode entregar a ele o alimento aos poucos, pedindo para que ele execute tarefas para ganhar a comida. É uma brincadeira divertida e que estreita a ligação sua com seu cachorro.


#2 Gás produzido a partir do processo digestivo

Muitas vezes, o excesso de gases está associado ao processo digestivo. Em pequenas quantidades é normal, pois como falamos, são subprodutos da digestão do seu cachorro. Mas quando esses gases são excessivos, além de tornar um problema para nossos narizes, também pode ser considerado um sinal de alerta de que as coisas não estão funcionando bem.

Alimentação mais saudável

Fique de olho no alimento que você está oferecendo ao seu cachorro, dê sempre preferência por alimentos super-premium. Quanto maior a qualidade do alimento, mais fácil é sua digestão e consequentemente tendem a produzir menos gases.

Alimentos com probióticos também são muito úteis na digestão e tem um impacto positivo em outras áreas da saúde do peludo. Alguns petiscos super premium já incluem probióticos na sua composição, o legal é que ao mesmo tempo que você mima e se diverte com seu cachorro ao oferecer o petisco, também está cuidado da saúde dele (a The French co., um parceiro do BOX da Petiko, tem um snack que tem probióticos em sua composição).


Fique atento

Se seu cachorro tiver outros sintomas além do excesso de gases, como ruídos intestinais, diarreia, retenção de fezes, ou vômitos, pode haver algo errado e o melhor a fazer é entrar em contato com seu veterinário.


eva-bull



Imagem cover: familist.ro

Veja mais artigos da Petiko: