4.1k
LEITURAS

COMPORTAMENTO

Rastreador de gatos mostra onde seu gato anda quando vai passear

Equipe Petiko

Equipe Petiko
25/08/14

Rastreador de gatos ajuda a desvendar o comportamento dos bichanos quando saem de casa para passear.


Você já se perguntou por onde seu gato anda quando vai para fora de casa?

Porque gatos são assim, né? Criaturas independentes que prezam por seu próprio espaço e por esses momentos de liberdade. Mas, se você é desses donos que morre de medo que um dia ele vá e não volte mais, talvez esse projeto tenha sido feito para você.

Por onde seu gato anda?

O Cat Tracker, um novo projeto de mapeamento colaborativo, incentiva os proprietários a colocar coleiras de GPS em seus gatos domésticos para monitorar seus movimentos e atividades, justamente quando eles não estão no nosso campo de visão.
Isso pode parecer um capricho desnecessário, um luxo até, mas a função desse rastreador vai muito além do cuidado com um animal de estimação. Os dados que serão coletados desse mapeamento podem ajudar a salvar animais selvagens que os gatos atacam, bem como revelar novos insights sobre o comportamento do felino, garantem os especialistas.

Opa, eu disse “animais selvagens”?

Sim, eu disse. Nossos gatos de estimação são um grupo muito preguiçoso, que gostam de dormir o dia inteiro e ficar dentro de casa 90% do tempo. Mas, quando a porta se fecha atrás deles, a tendência é que explorem a natureza. E aí qualquer jardim já é um mundo novo cheio de novas possibilidades – e novas presas. No vídeo do experimento gravado com um gato que morava em uma região bastante arborizada, com floresta ao redor, ele atacou um sapo em um de seus passeios.


Uma coisa que faz do projeto diferente de outros esforços de rastreamento de animais é que qualquer pessoa dos Estados Unidos, e agora da Nova Zelândia e Austrália, podem participar. Basta o dono de um gato simplesmente comprar ou alugar uma unidade do GPS do projeto e prendê-lo no gato, usando um método que é explicado no site da Cat Tracker. O projeto é colaborativo. A ideia é facilitar o acesso ao dispositivo para que os desenvolvedores consigam ter o maior número de dados possível.

E depois que o rastreador de gatos for colocado?

Após sete dias, os proprietários fazem o download dos dados de rastreamento, e pronto! Os movimentos do gato são transformados em uma explosão de gráficos de linhas sobre um mapa de satélite.
Até agora, a equipe do rastreador de gatos fez uma parceria com o Museu de Ciências Naturais da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, e conta com uma em colaboração do Movebank, um banco de dados online que abriga mapas de movimentação de dados. Cerca de 50 gatos já estão sendo monitorados. A meta é que, antes de finalizar o projeto, eles consigam dados de 1 milhão de gatos.

Você sabia…

Que um gato macho vaga por uma área de 5 km², quase o dobro do tamanho do Central Park, em Nova York? Ou seja: os donos desse projeto terão MUITOS dados para analisar.


Fonte: hypescience

Veja mais artigos do Petiko: