11.0k
LEITURAS

DICAS

7 Tipos de coleiras para cachorro

Equipe Petiko

Equipe Petiko
16/09/14

Conheça os diferentes tipos de coleiras que existem e saiba escolher qual é a melhor para seu cachorro.



No mercado existem diversos tipos de coleiras, com variados materiais, formatos e cores. Cada modelo é para uma determinada atividade e para um tipo de peludo. Nós da Petiko, reunimos uma coleção com alguns tipos de coleiras e guias para você conhecer e escolher qual é a mais adequada para o seu cachorro:


#1 Coleira Plana

Tipos de coleiras

A coleira plana é para o uso no dia a dia. É muito útil para você colocar uma etiqueta ou placa de identificação, no caso do seu cachorro se perder. Esse tipo de coleira é ótima para usar em casa ou para passeios caso seu peludo seja bem comportado. Coleiras lisas têm em todos os tamanhos, modelos e cores.


#2 Coleira Martingale

Tipos de coleiras

O modelo martingale é uma ótima opção para os cães que tentam escapar. A coleira possui um anel de metal em cada extremidade, com um laço separado, que passa através dos dois anéis para criar o colarinho. A coleira aperta contra o pescoço do cachorro se ele puxa ou tenta escapar da coleira. Quando o cachorro está se comportando e andando corretamente, a coleira não causa nenhum desconforto.


#3 Enforcador

Tipos de coleiras

O enforcador foi feito para ajudar com treinamento e para controlar os cães que são mais inquietos. Extrema cautela deve ser empregada quando se utiliza um enforcador, pois é difícil controlar a quantidade de pressão sobre o pescoço do cachorro. Nunca deixe o seu cachorro sozinho com um enforcador, ele pode se estrangular acidentalmente ou se ferir gravemente. Muitos se opõem ao enforcador devido à facilidade de uso indevido e possíveis lesões que podem causar nos cães.


#4 Enforcador de garra

Tipos de coleiras

É uma opção para cães extremamente teimosos e fortes. É semelhante a um enforcador, mas o enforcador de garra é composto de pinos de metal com pontas sem cortes que apontam para o pescoço do cachorro. Quando o cão tenta puxar a coleira, os dentes apertam a pele no pescoço, e isso gera um desconforto ao cachorro. É um meio de desencorajar o cão ficar puxando. Como no caso do enforcador, muitos se opõem ao enforcador de garra, porque quando usado de forma inadequada ou com muita força, os pinos de metal podem penetrar na pele do cão e criar feridas.


#4 Peitoral

Tipos de coleiras

Indicada para cães menores, a coleira peitoral elimina as chances do cachorro se enforcar e garante que ele não se solte. Mas muitos cães não acostumados com o uso de coleiras podem ser bastante resistentes ao uso desse modelo.


#5 Guia retrátil

Tipos de coleiras

Utilizada para passar ao cão uma maior sensação de liberdade. Uma guia retrátil tem uma engenhoca de plástico rígido em uma extremidade, onde a guia da coleira, formada por um cabo fino, fica enrolada automaticamente. Ela também tem um sistema de bloqueio que permite que você decida o tamanho da guia disponível para o cachorro. Mas essa coleira não é a maneira mais segura para passear com o cão. Se o mecanismo de bloqueio falhar e seu cão puxar, o cabo pode ficar longo o suficiente para que ele invada a rua, podendo sofrer acidentes. Se você soltar a guia, a coleira pode retrair rapidamente e pular de volta no seu cão. Por isso a guia retrátil só deve ser usada em lugares com pouco fluxo de veículos e por pessoas responsáveis.


#6 Focinheira

Tipos de coleiras

Alguns cães precisam usar focinheira durante caminhadas, pois eles podem oferecer riscos a outros animais ou pessoas. Algumas raças só podem circular na rua com o uso de focinheira. Acostumar um cachorro a usar focinheira leva tempo e esforço e deve ser feito com paciência.


#7 Coleira Cabresto Anti-Puxão

tipos de coleiras

A primeira vista você pode pensar que essa coleira é uma focinheira, mas ela é usada com uma finalidade diferente. Essa coleira funciona como um cabresto de um cavalo, ajustando ao redor do pescoço do cachorro e frouxando em torno do seu focinho. Esse tipo de coleira é ótima para cães muito ativos ​​que tendem a puxar e saltar. Seu cachorro pode precisar de algum tempo para se adaptar à coleira, por isso seja paciente.


eva-bull



Fonte: Pawnation

Veja mais artigos do Petiko: