Vacina importada ou a nacional

Ontem fui levar pra vacinar o Negrinho, o cachorro da minha namorada, pra tomar a terceira dose da V8... Lá o veterinário me deu a opção de dar pra ele a vacina nacional (cerca de 20 reais) e a importada (40 reais)... Perguntei a diferença, ele não soube explicar... só soube dizer que a importada era a melhor... Bom acabamos optando pela importada por pensar que o barato pode sair cara...
Mas bem... alguém sabe se tem alguma diferença????

curtir 14
  • E verdade a maior diferençá e quem aplica e como aplica, o armazenamento e data de validade e fundamental. Hoje tem muitos aplicadores que não são veterinários.Mas eu particularizativamente recomendo a importada.

    curtir 0
  • vacina nacional é proibida

    curtir 0
  • A diferença da nacional p importada é o armazenamento dos componentes em laboratório, segundo um veterinário que conheço, a eficácia da nacional já sai comprometida mesmo antes de ser comercializada.

    curtir 0
  • O período normal de incubação (tempo de exposição ao vírus para o momento em que os sinais da doença aparecem) é de 7-14 dias. O vírus pode ser encontrado nas fezes vários dias antes dos sinais clínicos da doença aparecem e pode durar de uma a duas semanas após o início da doença.

    Read more: http://tudosobrecachorros.com.br/parvovirose/#ixzz4eGyCQzYw

    Por isso muita gente está falando aí,, que seu animal foi vacinado com a vacina nacional e 15 dias após veio a óbito!

    curtir 1
  • Só uma pergunta.
    Se a vacina Nacional "NÃO PRESTA", porque ainda é fabricada e vendida???
    Porque a classe profissional dos Veterinários ainda não entraram com processo contra os fabricantes????
    Essas histórias, se você for analisar, não tem base, não há fatos comprovados, só opiniões que não comprovam nada!
    Se eu fosse um Veterinário, já teria comprovado tudo o que se fala.

    curtir 0
  • Nacional é mais fraca e não atente trás as doenças necessárias, já a importada é melhor pois atende mais as doenças

    curtir 0
  • Oi minha cachorrinha tomou a vacina paravirose importada agora ela tá com muita dor não consegue nem levantar será que ela adquiriu a doença alguém sabe se tem cura e se é muito caro o tratamento.

    curtir 0
  • A diferença da nacional para a importada é o princípio ativo. A importada combate muitas doenças descritas no selo da vacina, já a nacional comparada à importada não combate a todas doencas que esta combate.

    curtir 0
  • GENTE O POVO FALA Q A NACIONAL É TAO BOA QUANTO A IMPORTADA......
    MENTIRA....a nacional é um lixo... como tudo nesse pais é um lixo.....meu cachorro tomou esse lixo de nacional e agora ta internado com parvo.... ja gastei mais 1000 reais...prq esse lixo de vacina n tem anticorpos contra o virus....nao dee. essa vacina no animais de vcs.... é um lixo, igual quem inventou que dever ser outro lixo......bando de safados sem vergonha.... esse pais é uma vergonha! que odio!!!!

    curtir 0
  • Eu acredito que seja por motivos de armazenamento, transporte e vigilancia! Eu como veterinaria NÂO indico VACINAS NACIONAIS porque atendo muuuuitos pacientes vacinados com doenças virais! Além disso, pelo menor custo e maior retorno financeiro, muitos pets shops sem veterinarios aplicam em qualquer animal, sem ter a certeza se o animal esta sadio e apto a receber a vacina para ter uma imunidade adequada! Na clinica, faço controle rigoroso de temperatura de vacinas, mas sera que todos têm esse cuidado?!

    curtir 1
  • Tenho muita duvida dessas duas vacinas, meu pinther tomou a nacional que custa R$15,00, pegou a parvovirose e gastamos mais de R$700,00 no veterinário e ele não resistiu, tem 5 meses e eu ganhei outra cachorrinha e to com muito medo de ela pegar o vírus por conta da casa ainda estiver contagiada :/, a casa é sempre lavada, e eu opto muito pela KiBoa para desinfetar, e ainda mais agora pela vacina importada que vou pagar R$45,00.

    curtir 0
  • Oi alguém poderia tirar uma dúvida levei minha cachorrinha ontem pra tomar vacina e a veterinária aplicou a nacional mais estão TDS dizendo que num é boa será que já posso levar ela pra tomar a importada

    curtir 0
  • SOU VETERINÁRIA. PAREM DE DAR A VACINA NACIONAL. NÃO PRESTA, COMO QUASE TUDO NESTE PAIS. SÓ VENDEM A NACIONALM PORQUE ALGUÉM ESTÁ FATURANDO EM CIMA DA IGNORANCIA DO POVO. É UMA POUCA VERGONHA!
    SE JÁ APLICARAM A NACIONAL, ESPEREM UMA SEMANA E APLIQUEM A IMPORTADA. A NACIONAL VENDE EM PETSHOP E CASA DE RAÇÃO. A IMPORTADA SÓ É VENDIDA PARA VETERINÁRIOS!

    curtir 0
  • Sim! As vacinas possuem grandes diferenças no que se diz respeito à qualidade. É triste dizer, mas vacinas nacionais não fornecem grande proteção aos nossos amiguinhos peludos como as vacinas importadas.

     A diferença entre a chamada vacina ética (importada) e a vacina nacional é a quantidade de anticorpos produzidos por cada vacina após a imunização do animalzinho. As vacinas de laboratórios nacionais não são consideradas boas porque podem produzir uma quantidade de anticorpos não suficiente para imunização de cães e gatos, já a vacina “ética” é importada e comprovadamente adequada para a imunização destes. As vacinas importadas são comprovadamente melhores que as nacionais sendo verificado através de inúmeros relatos clínicos e práticos. Após a vacinação com o produto nacional houve o retorno de animais, apresentando as doenças as quais deveriam estarem imunizados; o que não ocorre com a vacina importada, comprovando assim sua eficácia.
    
     Outro fator que diferem é as condições em que ocorrem a venda e aplicação da vacina. A nacional não é considerada uma vacina ética, pois é vendida sem restrições em agropecuárias, aviários ou em qualquer estabelecimento animal, onde muitas vezes são conservadas de maneira incorreta já perdendo aí sua eficácia, eonde o cliente compra, e as leva para casa em uma sacolinha plástica com gelos sem a mínima condição de conservação; muitas vezes são aplicadas pelo próprio balconista que não tem formação alguma. Não examina o animalzinho, nem pergunta como ele esta, se esta se alimentando, se tomou vermífugo, se tem vermes, qual sua temperatura, etc: que é o mínimo de um exame físico indispensável em uma consulta veterinária.
    
     Para os balconistas não há interesse em explicar a diferença entre as duas vacinas, visto que a importada somente pode ser adquirida por médicos veterinários; e estes após a aplicação carimbam e assinam a carteira de vacinação, como responsáveis pela imunização.
    
     Já a vacina importada somente é administrada por médicos veterinários, que são as únicas pessoas capacitadas para averiguar a saúde do seu animalzinho. Somente após a consulta com o exame clínico que é feita a vacinação. Se o seu mascote apresentar-se adoentado, com febre, diarréia ou com uma simples gripe, não é feita a vacina, para não comprometer ainda mais a saúde do animal. Faz-se o tratamento adequado e posteriormente a vacinação, garantido assim a sua eficiência.
    
     Quando o paciente recebe a primeira vacina, não será em um ou dois dias que ele estará protegido contra as respectivas doenças contidas na vacina. O organismo do animalzinho vacinado começará a produzir anticorpos contra estas doenças, após 15 a 21 dias da aplicação, o que coincide com o primeiro reforço que pode ser dado 21 a 30 dias após a primeira dose.
    
     Somente após 15 dias da terceira dose, é que o animal terá quantidade de anticorpos  suficientes para fazer a diferença entre estar saudável ou desenvolver alguma doença infecto-contagiosa.
    
     O aproveitamento da qualidade envolvida na imunização, está ligado diretamente na condição física e nutricional do filhote, sendo assim somente o médico veterinário tem condições de avaliar adequadamente o animalzinho. Todo reforço da vacina, é obrigatório realizar uma nova avaliação clínica, para que possa realmente conferir a imunização (proteção) ao seu animal de estimação.
    
     O reforço é necessário na primovacinação (primeira vez que faz a vacina), pois o organismo do seu mascote necessita ser sensibilizado para promover a proteção adequada. Respeite o "prazo" estipulado pelo veterinário, assim como o protocolo; este pode variar de acordo com a região e os surtos de doenças existentes nestas.
    
    Além da vacina contra raiva, todo ano os cães devem tomar 1 dose da vacina V8 ou V10, e os gatos 1 dose da vacina tríplice. Para os cães tem ainda a vacina contra pneumonia ou gripe canina e contra Giárdia, que são opcionais.
    
    Desse modo, alguns fatores como: tecnologia da vacina, acondicionamento, transporte, forma de manipulação, temperatura e avaliação clínica prévia fazem a diferença entre vacinar e imunizar um animal, fazem a diferença entre vida e morte.
    
    Agora que você já sabe, não vacine seu animalzinho com qualquer pessoa, você pode estar deixando de salvar a vida dele ou pior, pode ter uma surpresa desagradável poucos dias após realizar esta “vacina”!
    curtir 0
  • Oi, vou pegar um Lhasa, mas a primeira vacina foi nacional, posso seguir com vacinas importadas, ou é preciso retomar a primeira sendo importada para o resto ser importada?

    curtir 0
  • Alguns especialistas consideram a vacina nacional pouco eficiente, resultado esse comprovado clinicamente. Ou seja, os profissionais observaram que animais vacinados com o produto nacional acabaram contraindo algumas doenças para as quais deveriam estar imunes.

    O motivo para essa “falha” é indicada principalmente pela falta de controle na distribuição do medicamento. A vacina nacional pode ser comprada e vendida por qualquer estabelecimento. Normalmente é disponibilizada sem a recomendação de um veterinário, é entregue ao cliente para levar pra casa, ou aplicada no próprio local. As vacinas precisam ser mantidas a certa temperatura e a variação pode inutilizar a solução e acabar não imunizando o cachorro. Assim, perde-se o controle do armazenamento e transporte, além de desconhecer a eficiência na aplicação.

    Já a vacina importada, a qual também é chamada de “vacina ética”, tem a distribuição controlada. Somente veterinários podem comprá-las, e a aplicação também costuma ser feita por este profissional. O problema com armazenagem e transporte também existe para essas vacinas, mas por estarem sob os cuidados dos veterinários, e serem aplicadas nas clínicas especializadas, ela é considerada mais eficaz e mais segura.

    Acredita-se também que as indústrias investem mais em pesquisa e desenvolvimento para a produção, por serem as vacinas éticas exportadas para diferentes países. Assim, a qualidade seria muito superior. Porém, é preciso se dar conta de um detalhe: as vacinas nacionais passam pelo controle de vigilância que liberam a comercialização, e se são liberadas devem imunizar também.

    Deste modo, a diferença entre a vacina nacional e a importada será onde você vai comprar e como a vacina será aplicada.

    curtir 2
  • Alguns especialista consideram a vacina nacional pouco eficiente, por causa do processo de fabricação a importada tem um processo de fabricação totalmente diferente, e usado um componente que tem nas vacina humanas, para dar uma eficácia maior.
    Tenho uma loja veterinária e trabalho com as duas vacinas, ADAB e agencia que fiscaliza, e muito rigorosa sobre todas as vacinas, de todas as variedades de grandes e pets em geral.
    Tenho cliente que o cão morreu com parvo, tendo sido vacina com 3 dose da vacina ética, acontece infelizmente, o meu cliente, eu explico sobre as duas e deixo ele a vontade.

    curtir 0
  • é que a vacina nacional só imuniza 70% dos cães e a importada imuniza 100% dos cães

    curtir 0
  • Boa noite a quantidade de anticorpos a importada é maior do que a nacional ,por isso é mais eficaz e melhor mais a nacional tbm funciona bem depende da raça do seu dog ,algumas raças são mais frágeis

    curtir 0
  • A importada protege mais,a minha cadelinha tomou as nacionais contraiu parvo virose e morreu,a veterinária me falou que se eu tivesse aplicado as importadas ela provavelmente não teria contraído a parvo virose,foi um barato que saiu bem caro,pois nada pago o meu sofrimento.

    curtir 0