diagnóstico por imagens

O diagnóstico por imagem é um grande aliado na rotina clínica de pequenos animais. Sua aplicação é muito vasta, desde o estudo de afecções músculo esqueléticas, pesquisas de metástases, pesquisa de corpo estranho, traumas torácicos, má formações, pesquisa de hemorragia pos-trauma, diagnóstico de gestação entre outros.

Seu uso, deve ser incluído na rotina de animais a partir de meia idade (acima de 7 anos) para um check-up de rotina. Nas situações emergenciais como em todo tipo de trauma, atropelamentos, animais com dor aguda e crônica, histórico de vomito persistente, infecções respiratórias, distúrbios hormonais, acompanhamento de pacientes renais, acompanhamento gestacional, acompanhamento ortopédico, quimioterápico, e o que mais for necessário, após avaliação médica-veterinária.

Atualmente fazem parte da rotina os exames de radiologia, ultrassonografia, endoscopia e tomografia computadorizada. A seguir uma explicação sobre cada um deles:

Raio X
As imagens são geradas a partir da passagem do feixe de raios-X através da área do corpo do paciente que queremos estudar. A diferença de densidade dos tecidos (mais densos e menos densos) é o que vai definir os diversos tons de cinza, desde mais branco até quase preto diferenciando as estruturas em estudo, fazendo então o diagnóstico a partir da imagem formada. Além da integridade dos ossos, o exame de radiologia permite avaliar os pulmões, o coração, órgãos abdominais entre outros. Com o uso do contraste pode-se ainda fazer exames especiais para avaliar compressões de medula espinhal e exames dinâmicos como o transito gastro-intestinal e o trajeto das vias urinárias. Aqui no Cães & Gatos dispomos do sistema de radiologia digital desde 2012, que se utiliza de placa de imagem, substituindo o filme radiográfico, e escâner computadorizado, substituindo o processamento químico, eliminando os efeitos ambientais.

Ultrassom
É um exame de imagem não invasivo, onde ondas sonoras são emitidas pelo transdutor e atravessam os órgãos e tecidos do paciente. As ondas são refletidas de volta ao transdutor e são convertidas pelo computador do aparelho de ultrassonografia, produzindo imagens em tempo real. Este exame ganhou muito espaço na rotina veterinária, é um exame rápido, indolor e de grande auxilio para o clínico. Tem aplicações para abdômen, avaliação cardiológica, tendões e ligamentos, acompanhamento gestacionais entre outros. A ultrassonografia pode guiar coleta de líquidos corporais (centeses), células (aspirados) e amostras de tecidos alterados (biópsias) para posterior analise citológica/histológica. Também é realizado na clinica, agilizando o atendimento ao paciente e também para acompanhamento dos pacientes internados.

Os procedimentos de radiografia e ultrassonografia são ferramentas complementares de diagnóstico por imagem nas alterações abdominais, contudo, em relação ao raio-x, a ultrassonografia tem algumas vantagens, o fato de ser indolor, não invasivo e não-ionizante, permitir avaliar a arquitetura interna dos órgãos, bem como peristaltismo gastro-intestinal., visualizar as estruturas radioluscentes (como urólitos de urato e cistina), permitir a avaliação de pacientes com efusão peritoneal, oferecer diagnóstico de gestação a partir de 22 dias, além de avaliar a viabilidade fetal (batimentos cardíacos e movimentação fetal).

curtir 2